terça-feira, 18 de agosto de 2015

"O SAL DA TERRA": 4 RAZÕES PARA ASSISTIR.


Tive a oportunidade de assistir ao documentário dirigido por Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado, sobre o fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado, nesta segunda-feira, 17.


O Clube Foto Filatélico de Volta Redonda exibiu a biografia do fotógrafo para os visitantes, que não pagaram nada por isso. Além do filme, houve uma exposição minimalista de algumas obras de Salgado. Tudo cooperou para que a experiência de assistir ao filme fosse única.

Aqui, listo as 4 razões pelas quais vocês deveriam assisti-lo:

1) O início despretensioso de sua carreira: Sebastião Salgado cursou economia, segundo os desejos de seu pai. Algum tempo depois de conhecer Lélia, sua esposa, Salgado começou a desenvolver um gosto peculiar pela fotografia. A história teve início quando Lélia comprou uma câmera, com a qual Salgado começou a "brincar".

2) O vínculo entre Salgado e sua esposa: Com a carreira (eu diria que "missão" é a palavra ideal) do fotógrafo já deslanchando, entre viagens e mais viagens, Salgado continuava contando com Lélia. Ela e seus filhos estiveram constantemente à sua espera. Não só afetivamente, como profissionalmente, Lélia era verdadeiramente comprometida com Salgado.

3) A face verdadeira da humanidade: O mais especial de tudo. Agora há pouco, eu usei a palavra "missão" para me referir ao trabalho do fotógrafo. Missão de registrar em suas lentes a barbárie que percorreu, e ainda percorre, cantos e mais cantos do mundo. A maldade que permeia muitos corações. A humanidade é verdadeiramente violenta e injusta em alguns lugares do mundo. Às vezes, até muito perto de nós; sem que tenhamos consciência disso; e que nada façamos para mudar essa realidade.

4) A retomada de sentido de vida de Salgado: Desacreditado, Salgado precisou interromper seu trabalho por um tempo, embora as questões humanitárias continuassem despertando o seu interesse. O que o fez voltar à si e que deu a ele um pouco de esperança foi a natureza. Seus registros mudaram. O foco mudou. Com o apoio de sua família, Salgado reflorestou uma área imensa que era, antes, de seu pai. O lugar não mais pertence a eles. Tornou-se um projeto de reflorestamento e revitalização comunitária em Minas Gerais.

Assista ao trailer, aqui:


Espero que essas poucas razões sejam suficientes para despertar o seu interesse. Vale muito à pena, de coração.

Beijos e até!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu traço riscar!